quarta-feira, 8 de junho de 2011

AMOR...


"Passei a ocupar meus dias pensando sobre o que, afinal, é isso que todo mundo enche a boca para chamar de amor, como se fosse algo simplificado: defina em meia duzia de frases, é fácil, querida.
É fácil?
Pois a querida não entende como uma palavrinha simples, formada por apenas duas vogais e duas consoantes pode absorver um universo de sensações contraditórias, diabólicas, insensatas, incandescentes e intraduzíveis.
O que é
amor?
Já tentei explicar a mim mesma e, por mais que tente, jamais conseguirei atingir a essência dessa anarquia que dispensa palavras."

Martha Medeiros, no livro "Fora de mim"

14 comentários:

✿ chica disse...

rss...Martha é maravilhosa sempre! beijos,chica

RSM disse...

Querida Cida,

o amor não se explica, e é como um ovo é preciso ter cuidado senão quebra!

Beijo e bom resto de semana!

Felismina disse...

Lindo como tudo o que voçê nos trás...

Cida, quanto a sua pergunta sobre o creme Custard, é uma farinha e só juntamos o leite o açúcar...
Não sei se ajudei?

Bjs.

Mari Amorim disse...

Eu defino como o maior e melhor dos sentimentos,ainda tendo prazo de validade,sigo a vida como o poeta disse:eterno e enquanto dure...E,tenho a felicidade de ter encontrado um amor,que deixa meu coração pleno!
Boas energias,sempre!Saudades de ti,no brincando com a rima,Cidinha!
Mari

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Minha querida realmente a palavra amor é a mais bela do mundo, seja ele dito porque língua for, mas eu acho que o amor em Português é a soa melhor.
Pena é que tantas e tantas vezes seja proferido em vão, pois o amor só tem um sítio verdadeiro que se chama coração, grata pela visita, beijinhos de luz e paz nos seus dias.

janice.silveira@terra.com.br disse...

AMOR...É AMOR, UAI!!:-))))

JAN

Aninha Zocchio disse...

Ai amiga... dificil definir o amor! Para mim, é como tentar decifrar aqueles pergaminhos amarelados pelo tempo, que já borraram, ilegiveis... mas que tem uma historia sem tamanho escondida atrás das letras!!!
Abraços Cida Luz!!!

Paloma disse...

CIDA, o amor não tem definição e nem explicação. Já dizia a canção:¨Que seja eterno enquanto dure este amor/que dure para sempre¨

Beijos

Denise disse...

Definir o amor é perder tempo de vivê-lo...só assim pode-se compreendê-lo. Dizem.

Adoro a Martha, incluindo esse livro!
Bjos, amigavó!

Bergilde Croce disse...

Gosto também bastante dos textos e reflexões dela.
Grande abraço Cida pra você e vamos seguir esse sábio conselho do pensamento acima!

Giovanna disse...

Cida o amor sempre vai fazer parte essencial da nossa vida, da vida de todos nós e por mais que tentemos entender, decifrar, será sempre um desafio... já tentei em milhares de palavras, explicar o amor e sempre haverá explicação, as palavras vem e as palavras somem e sempre preciso encontrar mais palavras que definam esse sentimento único AMOR.. sei que esse fim de semana no Brasil comemora-se o Dia dos Namorados, essa semana vou falar sobre o amor lá no meu blog, de alguns desafios do amor...idas e vindas, encontros e desencontros, amores e amores... um beijão cheio de amor pra ti, Giovanna

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Eu acho que mais importante do que explicar o amor é isso que a Cida fez no final. Te Amo. Isso sim, ter a quem dizer é tão bom, E isso é amor, pode crer.
Um beijinho.

AVOGI disse...

bem vou mandar a minha posta amor é ....amor e está tudo dito
seja por palavras actos ou omissões
kis :=)

Laura disse...

Amor é ver o meu olhar
espelhado noutro igual
é ver o jeito de alguém
igual ao meu
é ir a falar e já saber
o que ambos vamos dizer.

Eu sei que existe
mas ainda não consegui
que me fosse apresentado
o homem que há-de fazer
meu coração
bater acelerado...

Amor é Amor e tá dito.
Amo-te minha querida Amiga, amar os amigos as amigas, as gentes que por nós passam, os bichinhos, as árvores, as flores, tudo siso é amor.

Um beijinho da fitinha.