segunda-feira, 14 de março de 2011

Dia de balanço...




DIA DE BALANÇO


Assim como as empresas são obrigadas a parar um dia por ano e fazer um balanço de suas atividades, para saberem se cresceram ou deram prejuízo, todos nós deveríamos parar, pelo menos alguns minutos semanalmente (de preferência no mesmo dia) para avaliarmos o impacto das nossas atitudes e pensamentos na qualidade da nossa vida.

Vou mais longe... Existem pessoas que tem uma vida tão agitada, tão doida, que deveriam fazer esse balanço diariamente, não deveriam ir para a cama sem antes fazer uma auto-análise sobre o momento pelo qual estão atravessando e de alguma maneira, sair do turbilhão de pensamentos e problemas.

Assim como as empresas promovem, por vezes, medidas drásticas para sanar as dívidas e obter lucro em caso de balanço negativo, todos nós deveríamos manter algumas atitudes como padrão para obtermos "lucros" em nosso dia a dia. Afinal de contas, cada dia é um momento único e determinante na nossa qualidade de vida.

Então, na nossa "empresa" interior, deveriam existir normas como essas:

- Todo amor vale a pena quando a encrenca é pequena. (Tem gente que adora amores complicados... fuja!)

- Todo o sorriso é parte da alma feliz, menos quando é falso. (Afaste-se de gente falsa, seja sincero com todos, pelo menos tente!)

- Toda a traição tem um dedinho da nossa desatenção! (duro de engolir, mas é verdade, em algum momento deixamos de prestar atenção em nossa relação e deixamos "solta" demais, o negócio é "rodar a baiana" ao menor sinal de fuga)

- Tudo deve ser prazeiroso. Abaixo o mau-humor! (trabalhar onde você não se sente bem, estudar onde não quer é dureza. O negócio é lutar para sair dessa situação. Acomodar-se, jamais!).

- Tenha fé. (Isso é fundamental, mas viva uma fé consciente, não fanática. Ninguém vai ser médico se não estudar Medicina; então, esforço e fé devem andar juntos. Mexa-se!)

- Onde está a sua alegria? (Se você fizer o balanço e descobrir que anda mais triste do que alegre, mude tudo, comece pelo físico, emagreça ou engorde uns quilinhos, corte ou pinte o cabelo (pode ser de laranja), compre pelo menos uma camiseta nova (sem deixar estourar o cartão de crédito, hein!), vá ao cinema, teatro ou circo e procure uma boa comédia para desopilar o fígado, procure viver um grande amor, mesmo que seja com o velho amor).

- Ame muito! Comece por amar a pessoa mais importante, mais bacana, inteligente, maravilhosa, poderosa, gentil, bondosa, dedicada, trabalhadora, estudiosa, amorosa, carinhosa, amiga, simpática e humilde que existe: VOCÊ! Se você se amar, amar ao próximo vai ser fichinha!

Confira, agora, o resultado do balanço:


Felicidade......100% de Lucro

Tristeza........ 0% de participação

Acredite em você.


(De Claudia Belucci)

10 comentários:

Terê. disse...

oi querida cida, é verdade, precisamos parar e pensar um pouco sobre nossas atitudes, pois os acontecimentos ai estão, e nós nem damos importancia a eles, grade beju terê.

Bergilde Croce disse...

Cida,bom dia!
Hoje estou meio lenta e tive que ler duas vezes essa mensagem pra metabolizar,rss.Acho que ando precisando de um balanço(duplo sentido).
Abraços pra você!

Beth Blue disse...

Eu acho que ninguém é 100% feliz, né? Pelo menos não o tempo todo.

Assim como existem dia e noite, luz e sombra, frio e calor...assim nossas vidas são feitas de alegrias e tristezas. Não podia ser diferente.

O importante é nunca desistir de ser feliz. E um dia a gente descobre que a felicidade está nas pequenas coisas...

um abraço,
Beth

AVOGI disse...

100% feliz? utopia há-de faltar sempre algo quanto mais se tem mais se deseja vai dai a felicidade é difícil de alcançar
kis :=)

Em@ disse...

eu falo balanço todos os dias, querida Cid@.São os últimos minutos antes de adormecer...só assim adormeço descansada.
beijo

Gisley Scott disse...

O balanço precisa ser diário e não apenas no Natal ou no Ano Novo quando as pessoas decidem fazer resoluções... Pq não as fazê-la diariamente ou semanalmente né?
Bjos

Jorge Pimenta disse...

posso fazer aqui um "mea culpa", querid@ amig@?
quando dizemos que a felicidade se constrói em pequenos gestos, falamos justamente da capacidade de os saber ver. parar pode ser a chave.
um beijinho rendido (sempre) à lucidez das tuas reflexões!

Biazynhah disse...

Oi Cida, visitando o seu blog e encontrando esse texto maravilhoso, hoje estou precisando de um balanço realmente, estou meio para baixo, mais depois que li esse texto vou fazer o balanço e ter 100% de lucro ao fim do dia.
bjss
http://cantinhodoescritoreleitor.blogspot.com/

Espaço do João disse...

Querida Cid@.
Mas quem é que consegue fazer uma auto-análise do seu dia a dia? Tudo se passa tão rápdo que nem tempo temos de pensar.
Senão vejamos.
Estava eu a almoçar juntamente com minha mulher e filha, de repente olharam para mim já eu estava a ficar verde, caindo da cadeira.
Valeu-me uma pancada que minha filha me deu rapidamente. Não me lembrei de nada e, em fração de segundos ia apagando o bico do maçarico. Só sei que nada senti, e de certeza que não havia tempo para a tal auto-análise.
Felizmente tudo acabou em bem e, aqui estou, pronto para o que der e vier.
Um beijo de amizade.
João

Paloma disse...

CIDA, é muito dificil enquadrar todos estes itens. Mas,seguindo alguns, já dá para ter um pouco de felicidade.

Beijos