quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Sorvete com chantilly


Um casal de 80 anos, está começando a ter problemas de memória. Eles vão ao médico para serem examinados. O medico faz um check-up e diz aos velhinhos que não há nada de errado com eles, mas que seria bom ter um caderninho para anotar as coisas.
À noite, quando estão os dois assistindo TV, o velhinho levanta e a mulher pergunta:
- Onde você vai?
- À cozinha - responde ele.
- Você não quer me trazer uma bola de sorvete? - pede ela.
- Lógico! - responde o marido solícito.
- Você não acha que seria bom escrever isso no caderno? - pergunta ela.
- Ah, vamos! Qualé? Ironiza o velhinho - Eu vou me lembrar disso!
Então ela acrescenta:
- Então coloca calda de morango por cima. Mas escreve para não ter perigo de esquecer.
- Eu lembro disso, você quer uma bola de sorvete com calda de morango.
- Ah! Aproveita e coloca um pouco de chantilly em cima! - pede a velha - Mas lembre-se do que o médico nos disse... escreva isso no caderno!
Irritado, o velhinho exclama:
- Eu já disse que vou me lembrar!!
Em seguida vai para a cozinha.
Depois de uns vinte minutos, ele volta com um prato com uma omelete.
A mulher olha para o prato e diz:
- Eu não disse que você iria esquecer?
Cadê a torrada?



( Recebi essa histórinha de alguém, mas como não anotei no meu caderninho, já me esqueci quem foi...rs)

10 comentários:

Chica disse...

rssssssssssssss....muito legal!um beijo e bom dia!chica

Zélia Guardiano disse...

Muito, muito boa a história, amiga Cida!
Eu, que na verdade já deveria ter por companheiro constante um caderninho assim, fico aqui imaginando a cena, não sem refletir sobre as coisas que já ando aprontando...rsrsrs...
Eu poderia começar pelas panelas que deixo no fogo enquanto "vou ali e já volto"...rsrsrs... Os pobres objetos viram cinza...rs...
Adorei o post, minha querida!
Aliás, aqui não tem erro...
Grande abraço e beijinhos...

Zélia Guardiano disse...

Amiga Cida
Adorei a história!
Eu, que deveria ter um caderninho assim, como companheiro constante, enquanto lia, refletia sobre o que já ando aprontando...rsrs...
Comecei pelas panelas que deixo no fogo enquanto " vou ali e já volto"...rs...Os pobres objetos viram cinzas...rs...
Adorei o post!
Aliás, aqui não tem erro!
Grande abraço e beijinhos,minha querida...

Zélia Guardiano disse...

Viu só?
Nãp peciso de caderninho?
Por favor, considere só o primeiro comentário...rsrsrsrs...
Beijo

Aninha disse...

Olá Cida!!! Bela historinha essa.
amar é ficar doidinhos juntos rsrs
Abração!!
Aninha

claudiafux disse...

Cida,

Que verdade, amiga!!
Eu já pensei mesmo num cadrninho destes, mas ficou pior porque ESQUEÇO de olhar no caderninho .....
kkkkkkkkkkkkkk

Amei!
Bjs
Clauiafux

Jorge Pimenta disse...

muito boa a história... ainda melhor o teu comentário, hihihi!
um beijinho, amig@ querida!

Ester disse...

Cida, querida!

Adoro vir aqui, pela leveza que teu blog me inspira, pelo seu senso de humor fino, por sua sensibilidade e generosidade,
venho menos aqui do que gostaria,
Muito boa essa estorinha!

Beijos! :)

rouxinol de Bernardim disse...

Muito bem urdido e cheio de sensibilidade!

Mari disse...

rsrsr Me tirou umas boas risadas hahaha