domingo, 29 de abril de 2012

AUTO RETRATO - Milla Pereira

 Eu sou a porta de entrada
A saída de emergência
Sou do monte a escalada
Eu sou da vida - a urgência!


Eu sou o verso incompleto
Sou o fim de um poema
Da inspiração - o dejeto
O avesso do emblema!


Por vezes sou o caroço
Entalado na garganta.
Sou o grito rouco, insosso,
Que o meu medo suplanta!


Sou criança sem brinquedo
O menor abandonado.
Sou do poeta o degredo
Um romance inacabado.


Sou espelho sem reflexo
Das águas sou a imagem.
Sou a palavra sem nexo
Não sou nada - só miragem!


17 comentários:

✿ chica disse...

Que bela escolha! Adoro os poemas da Milla que conheço há séculos,rsrs lá do Recanto das Letras!! Beijos,às duas,chica

AC disse...

Somos tudo e não somos nada, assim é a nossa essência.
Grande escolha, Cida!

Beijo :)

Maria Luiza disse...

Olá Cida
Lindas imagens e lindo poema! Sabe, me identifico quando diz: "Eu sou da vida - a urgência!" porque tenho pressa. Os versos da vida devem ser completos.
Beijos com carinho e uma ótima semana
Maria Luiza

Cecília Romeu disse...

Cida, Cidinha,
depende da situação, somos como que versões de nós mesmos, daí vem os erros, os acertos, e outras facetas que experimentamos.
Bonito texto!

Cida, beijinho em ti e na turminha!
Ótimos dias!

Vítor Fernandes disse...

Que poema bonito e que imagens tão ternas e doces. Me sinto bem no seu blog.
Beijo.

Bergilde disse...

Tudo nesse mundo é efêmero,a começar pelo homem.Essa mensagem é bela e traz grande reflexão.
Abraço carinhoso a você Cida!

Mariazita disse...

Cida, querida amiga
Gostei imenso desta quadras da Mila.
Embora seja um "retrato" um pouco severo de si mesma, dá-nos motivo para reflexão.

Boa semana. Beijinhos

Paloma disse...

CIDA, é assim que me sinto: ¨Não sou nada - só miragem¨ Final de poema bem apropriado.

Beijos

Cidinha disse...

Olá Chará, Querida. saudades de vc e desse cantinho tão lindo e cheio de carinho. Desculpe amiga! Problemas com a operadora. Espero que tudo tenha se resolvido apartir de hoje. Belissima mensagem e reflexção. Sempre belos post! Bjos e bom feriado.

ॐ Shirley ॐ disse...

Gostei muito, querida amiga. Beijos!

Lidi Horácio disse...

Lindas imagens..
Lindo poema..

Beijocas :*
Bom feriado!

Evanir disse...

Cida minha amiga Querida.
Estou super atrasada e em falta com minhas visitas.
Mais esta dificil a luta tem sido grande.
Adorei seu poema imagem tudo enfim
mas amei muito mais estar aqui no seu blog hoje.
Deus abençoe sua semana beijos ,Evanir.

AvoGI disse...

CIDINHA, vizinha do prédio da frente voltei e retomei a vida de blogueria, vim visitar-te logo que pude
kis :=)

JAN disse...

Oi Cida

Somos tudo e nada, né?

Abração
Jan

Vera Lúcia disse...

Olá Cida,

Bem forte este auto retrato da Milla.

Um poema bem interessante.

Gostei muito das imagens.

Beijos (Espero que tenha aproveitado bem o feriado).

ONG ALERTA disse...

Gostoso de ler, beijo Lisette.

Anônimo disse...

My accomplice and I really loved reading this weblog post, I was just itching to know do you commerce featured posts? I'm always trying to find somebody to make trades with and merely thought I might ask.
HTTP://www.CoolMobilePhone.net