sábado, 29 de outubro de 2011

Tenham todos um belíssimo e abençoado final de semana


Ceder

Por que será que nos
lamentamos tanto quando nos
decepcionamos,
perdemos e erramos?

O mundo não acaba quando
nos enganamos;
ele muda, talvez,
de direção.

Mas precisamos tirar partido
dos nossos erros.
Por que tudo teria que ser correto,
coerente, sem falhas?

As quedas fazem parte
da vida e do nosso
aprendizado dela.
Que dói, dói.
Ah! Isso não posso negar!

Dói no orgulho, principalmente.
E quanto mais gente envolvida,
mais nosso orgulho dói.

Portanto,
o humilhante não é cair,
mas permanecer
no chão enquanto a vida
continua seu curso.

O problema é que julgamos
o mundo segundo
nossa própria maneira
de olhar e nos esquecemos
que existem milhões e
milhões de olhares
diferentes do nosso.

Mas não está
obrigatoriamente errado
quem pensa diferente
da gente só porque pensa
diferente.
E nem obrigatoriamente
certo.

Todo mundo é livre de ver
e tirar suas próprias
conclusões sobre a vida
e sobre o mundo.

Às vezes acertamos,
outras erramos.
E somos normais assim.

Então,
numa discussão,
numa briga,
pare um segundo e pense:
"e se eu estiver errado?"
É uma possibilidade na qual
raramente queremos
pensar.

Nosso "eu" nos cega
muitas vezes.
Nosso ciúme,
nosso orgulho e até,
por que não,
nosso amor?

Não vemos o lado do outro
e nem queremos ver.
E somos assim,
muitas vezes injustos tanto
com o outro quanto
com a gente mesmo,
já que nos recusamos a
oportunidade de aprender alguma
coisa com alguém.

E é porque tanta gente se
mantém nessa
posição que existem desavenças,
guerras, separações.

Ninguém cede e as
pessoas acabam ficando
sozinhas.
E de que adianta ter
sempre razão,
saber de tudo,
se no fim o que nos resta
é a solidão?

Vida é partilha.
E não há partilha sem humildade,
sem generosidade,
sem amor no coração.

Na escola,
só aprendemos porque
somos conscientes de que
estamos lá porque não
sabemos ainda;
na vida é exatamente a
mesma coisa.

Se nos fecharmos,
se fecharmos nossa alma
e nosso coração,
nada vai entrar.
E será que conseguiremos nos
bastar a nós mesmos?
Eu duvido.

Não andamos em cordas
bambas o tempo todo,
mas às vezes é o único
meio de atravessar.

Somos bem mais resistentes
do que julgamos;
a própria vida nos ensina
a sobreviver,
viver sobre tudo e
sobretudo.

Nunca duvide do seu poder
de sobrevivência!
Se você duvida,
cai.
Aprenda com
o apóstolo Pedro que,
enquanto acreditou,
andou sobre o mar,
mas começou a afundar
quando sentiu medo.

Então,
afundar ou andar
sobre as águas?
Depende de nós,
depende de cada um
em particular.

Podemos nos unir em força
na oração para ajudar alguém,
mas só esse alguém pode
decidir a ter fé,
força e coragem para continuar
essa maravilhosa jornada
da vida.

(Letícia Thompson)

22 comentários:

Giovanna disse...

Belíssima mensagem da Letícia Thompson que você lindamente nos presentou para nos fazer refletir em muitos pontos, olhar para dentro de nós, na humildade, sem questionar, viver a vida em amor, espalhar o amor, a compaixão,
andar na fé, na esperança... olhar para o alto que está as nossas respostas...

Cida, desejo a ti e toda a sua família um lindo fim de semana cheio de ricas bençãos.

Abraços
Giovanna

Ana Cecilia Romeu disse...

Cida, Cidinha! Tudo bem?

Pois é menina, existem coisas da vida em que eu me julgava pós-doutorada, depois descobri que não passava de uma colegial com uniforme! rsrs

Vida difícil essa, mas se fosse fácil, era só resolver equações todos os dias no café da manhã, e teríamos 24h perfeitas. Que sem graça!

Ótimo fim de semana para ti, família e especial para a turminha! :)

✿ chica disse...

Vim,ainda,com uma mensagem igual pra todos,agradecer os carinhos e força!

Tão logo possa, tudo será normal!

Espero!

Aqui tudo andando...graças à Deus! beijos,chica

Luna Sanchez disse...

Orgulho em excesso não nos leva a nada, de fato.

Um beijo, Cida. Ótimo fds!

✿ chica disse...

Estou voltando agora após a cirurgia do maridão.

Deixamos o bichinho invasor por lá!GRAÇAS!!!

Tivemos alta hoje e sempre que der um tempinho virei aqui e nos amigos...beijos,chica e obrigadão!!!

JAN disse...

CIDA!LINDO E VERDADEIRO!
"Depende de nós,
depende de cada um
em particular."
PARTILHAR RESPEITANDO A INDIVIDUALIDADE DO OUTRO...

BEIJÃO PROCÊ
JAN

Maria disse...

Uma mensagem maravilhosa. É muitas vezes através dos nossos erros que aprendemos qual o caminho certo a seguir.
Lindissima imagem.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Meire disse...

Minha doce amiga, muito obrigada pelo carinho no meu niver, senti vc pertinho de mim ;)

Lindérrima a imagem, amei!!!
Bela e sábia mensagem, temos que ter muito cuidado com o que falamos e fazemos, temos que ter em mente que o amor é sempre a melhor saída.

Lindo final de semana pra vc, bjokitas na bochecha fofa!

Paloma disse...

CIDA, um recado e tanto! Bom seria se todos seguissem esta mensagem.Que mundo melhor teriamos!

Beijos

AVOGI disse...

A união faz a força todos juntos é melhor que cada um por si , mas em que cabeça isso entra neste mundo cheio de gente que pensa por si decide por si e que cada vez se tornam mais egoístas?
kis :=(

cidinha disse...

Olá Cida. Belissimo esse exemplo de força, sabedoria para ser colocada no nosso dia a dia. Obrigada amiga! Desejo um lindo domingo de paz e luz pra vc! Bjos e bjos no seu coração.

Amapola disse...

Boa noite.

Lindo!!

Um só fato gera centenas de sentimentos e dores.

Tenha um abençoado fim de semana.

Beijos.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Artes e escritas disse...

Um bom final de semana para reflexões. Um abraço, Yayá.

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Estou
Me identifiquei tanto com este texto que eu não poderia deixar de postar.



“Estou me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém.

Estou me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem.

Estou aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem.

Estou me dedicando de verdade pra agradar um outro alguém.

Estou trazendo pra perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também.

Ultimamente eu só estou querendo ver o ‘bom’ que todo mundo tem.

Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem?

Supera, suporta, entenda: isento de problemas eu não conheço ninguém.

Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem.

Estou feliz, estou despreocupado, com a vida eu estou de bem.”

(Caio Fernando Abreu)
Gostei muito do seu blog,que resolvi te oferecer este poema de Caio.Parabéns!!!Abraço amigo, Rubi.

PINTA ROXA disse...

Lindo texto.
Bem verdadeiro, mas é tão dificil cair e levantar, voltar a cair e levantar novamente, que á terceira vez as forças acabam e por muito que queiramos não conseguimos....
Falo por mim.
Beijos

。♥ Smareis ♥。 disse...

Cida, texto muito reflexivos. Tudo isso depend3e exclusivamente de nós. Beijos e ótima semana.

Charles Canela disse...

O que faz sentido?

Consentir a você mesma o direito de ser intensa para poder cometer erros, acertos e tudo que for vital para você sentir que vale à pena viver, né?

Fernanda disse...

Querida Cida!

Aqui o fim de semana prolongou-se e hoje é dia de finados.
Sabe bem estar em casa, sobretudo nestes dias frios e muito molhados que chegaram de repente e me deixaram meia deprimida.

Estou aqui para te dar um abraço e dizer que estou a recomeçai lentamente em parceria com a Sofia.

Beijinhos

Maria Luiza disse...

Olá Cida
Adorei o texto e concordo com todas as colocações. Não somos nada sozinhos, e se cairmos levantamos e seguimos em frente ou buscamos outros caminhos. Isso já me aconteceu várias vezes na vida e eu teria que agradecer a quem me derrubou porque tomei outros rumos e que deram certo, muito certo.
Beijos e tenha um bom dia!

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Venho agradecer pela participação em meu blog, te desejando um ótimo dia, tudo de bom minha amiga.Bjs, Rubi.

Giovana Schneider disse...

Linda postagem,realmente gostei mesmo,parabéns... Temos escolhas na vida que depende somente de nós.
Espero que goste tbm da que postei hoje no meu blog.

ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ...

GIOVANA

Gisley Scott disse...

Numa vida em que nada é definido e estável à todo momento, humildade é sempre bem-vinda para nos colocar em contato com a realidade novamente.

Bjos