segunda-feira, 19 de julho de 2010


Se você não se atrasar demais, posso te esperar por toda a minha vida.
( Oscar Wilde )

2 comentários:

Jorge Pimenta disse...

irónico, sem dúvida. neste jogo de atrasos e esperas, a chave reside naquele advérbio "demais", que esvazia a eternidade...
um beijinho, cid@!

Um Rosto Comum na Multidão disse...

Bom dia querida amiga, espero não ficar anônima dessa vez rsrs.
AS vezes esperamos tanto, achamos que nossos sonhos estão tão distantes que nosso amor não virá, e de repente constatamos que está tão pertinho de nós. Graças a Deus encontrei o meu. Beijo e semana cheia de luz a você.