segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Abrindo as Janelas

Este eu também escrevi em 1987 e se chama: Abrindo as Janelas

De repente abri minhas janelas
e deixei o sol entrar
e percebi que é preciso muita coragem
prá se expor assim.

Mas até que foi gratificante
pois me sentia abafada
como casa fechada
em dias de chuva

Fui mostrando aos poucos meus recantos
minhas vergonhas, meus recatos, meus encantos
até perder de vez todo o meu medo
e me exibir em carne viva sem receio.

E ao mostrar-me ao outro sem pudores
aconteceu coisa estranha e inesperada
pois fiquei conhecendo com surpresa
um lado meu, que nem eu própria suspeitava...

by Cida

Um comentário:

Sergio Milani disse...

Gostei! E parece que este Blog Mosaicos está sendo a sua "janela" virtual,este poema se materializando em bytes e pixels 20 anos depois. Siga em frente, mais e mais!